Big Data Week Brasil

O melhor blog sobre Big Data e Data Science do Brasil.
19
Feb

O impacto da Internet das Coisas no setor de logística

O impacto da IoT no setor de logística

Imagem: reprodução|Catálogo de Logística

Cada vez mais, a Internet das Coisas está evoluindo e impactando diversas esferas, inclusive o setor de logística, tornando-o muito mais eficiente e reduzindo custos operacionais. De acordo com a análise econômica da Cisco, a IoT irá gerar um montante de US$ 8 trilhões em todo o mundo ao longo da próxima década, podendo impulsionar em US$ 1,9 trilhão a cadeia de abastecimento e logística.

Armazenamento Inteligente

Os depósitos inteligentes incluem recursos como iluminação controlada pelo tempo, termostatos automatizados e robótica industrial –  que são conectáveis ​​por meio da IoT. Por serem quase totalmente autossuficientes, os armazenamentos inteligentes podem causar um certo receio em alguns trabalhadores. Mas, isso oferece mais tempo para que as equipes se concentrem em tarefas menos repetitivas e demoradas, usando seu valor agregado no trabalho que realmente importa.

Um precursor no assunto é a Amazon, gigante do comércio eletrônico que investe em tecnologias pioneiras. Em seus depósitos, os pequenos robôs KIVA pegam os itens das prateleiras e os levam ao empregado que os embala. A empresa também tentou a entrega por drones para pessoas que vivem a menos de 30 minutos de uma loja.

Há também o uso de embalagens inteligentes. Atualmente, existem os códigos de barras, que já contam com informações dos preços. Futuramente, a IoT promete elevar o nível de eficiência e praticidade, como a data que validade, que poderá se comunicar com o controle de estoque e avisar quando os itens estiverem próximos ao vencimento. Desse modo, é possível criar estratégias e impedir a perda de produtos.

Otimização de frotas

As pequenas empresas podem usar a IoT, por meio de GPS por exemplo, para gerenciar seus veículos a fim de maximizar a eficiência de combustível, localizar rotas de viagem mais curtas e tornar as estradas mais seguras para todos.

Os carros sem motoristas também serão usados no setor logístico, fazendo com que as empresas economizem com a contratação de motoristas, uso de combustível e manutenção. Eles possibilitarão um melhor planejamento de cargas, já que enviarão informações em tempo real sobre as entregas, permitindo que a empresa tenha total controle sobre a satisfação dos clientes.

Satisfação do consumidor

Por meio dessas tendências da IoT, as empresas poderão compreender melhor o comportamento de seus consumidores, oferecendo mercadorias mais adequadas de acordo com o perfil e materiais exclusivos, como promoções e combos personalizados, além de uma melhor segmentação e campanhas de marketing mais efetivas.

A Internet das Coisas ocasionará uma mudança significativa em todos os setores. Na logística, as entregas serão otimizadas, as ineficiências e custos reduzidos, o trabalho e estoque gerenciados, e a satisfação do cliente garantida. É só uma questão de tempo para que as empresas adotem as novas tecnologias e impulsionem os seus negócios.

Veja também: O uso da Inteligência Artificial no Varejo

Leave a Reply