Painel – Impactos da inteligência artificial no futuro dos empregos

Se pensarmos na acelerada transformação imposta ao sistema socioeconômico em razão da crescente adoção da inteligência artificial (IA), mesmo assumindo a dramática otimização de processos lentos, frágeis e fragmentados, são pertinentes as preocupações que gravitam em torno da empregabilidade. Estudo da McKinsey divulgado em 2017 adverte que a IA ameaça 50% dos empregos no Estados Unidos e Europa; e nos mercados emergentes poderão colocar em risco 70% das posições de trabalho. Cumpre, entretanto, avaliar com mais critério quais serão os reais impactos dessa tecnologia. Se de um lado temos os profetas do desemprego pela substituição da atual mão de obra por agentes de software com inteligência artificial, de outro descobre-se o grupo otimista daqueles que creem nos benefícios da agregação de valor em tarefas onde o fator humano é essencial.

Fonte: A questão da empregabilidade diante da inteligência artificial