Big Data Week São Paulo

Um ótimo blog sobre Big Data Analytics com artigos, ebooks e vídeos abordando as aplicações de Big Data Analytics no Brasil e no mundo.
11
Jun

Como a inteligência artificial está levando a cadeia de suprimentos para novas fronteiras

A Inteligência Artificial (IA) tem o poder de transformar a maneira como os negócios têm sido feitos e pode contribuir em mais de US$15,7 trilhões na economia global até 2030, de acordo com o PwC. Entre as indústrias mais beneficiadas pela adoção da IA, o gerenciamento da cadeia de suprimentos está entre as três principais, por uma pesquisa global recente da McKinsey, em que 76% dos entrevistados em companhias de cadeia de suprimento reportaram valor de moderado a significativo na implementação da IA.
Quando implementada e usada corretamente, a inteligência artificial pode permitir agilidade e precisão excepcionais nas cadeias de suprimentos, independentemente da área. Também pode iniciar melhorias transformadoras, e diminuir custos de tarefas manuais repetitivas passíveis de automação.
Há muitas aplicações de inteligência artificial na cadeia de suprimentos, incluindo robôs como drones que fazem inventários, ou veículos guiados autonomamente, como carros de inventário sem motorista. A IA supera a capacidade dos seres humanos de manusear os imensos volumes de informações gerados por uma cadeia de suprimentos típica. Gestores de cadeias de suprimento podem aplicar as capacidades da IA para analisar e rastrear dados, refiná-los, detectar anomalias, e gerar predições para melhorá-la e conectá-la da primeira à última milha.

O caso de negócios para implementação da IA na cadeia de suprimentos

Inteligências artificiais desempenham uma importante função na otimização das cadeias de suprimento modernas, e em nosso campo avançado, líderes de negócios que ainda não estão implementando IA correm o risco de ficar pra trás e ter que lutar para manter ou obter alguma vantagem competitiva.
Por exemplo, um processador de linguagem natural (NLP), tecnologia que ajuda os computadores a entender e até mesmo interagir com a fala humana via IA e aprendizagem de máquinas, reduz a sobrecarga administrativa na cadeia de suprimentos. E entre os muitos benefícios para a área, NLP pode eliminar barreiras de linguagens, o que melhora as relações entre fornecedor e atendimento ao cliente por permitir comunicação mais fácil e interações contínuas, independentemente da situação, local ou partes envolvidas. Inteligências artificiais também são essenciais para planejar rotas de transporte de containers quando há condições meteorológicas severas na previsão. Nessa situação, uma cadeia de suprimentos digital moderna seria capaz de redirecionar rapidamente os containers para contornar o mau-tempo, porque a cadeia de suprimento leva em conta informações de previsões meteorológicas precisas.
Líderes de cadeias de suprimento que estão apenas iniciando a implementação da IA podem começar pela identificação de seus desafios operacionais e priorizando-os. O desafio mais urgente é levar mercadorias do ponto A ao ponto B em tempo hábil? Prever as demandas de mercadorias nos próximos seis meses? Uma vez que o líder da cadeia de suprimentos sabe onde ele precisa direcionar sua atenção, eles podem aplicar melhor os dados para chegar a uma solução.

Os desafios de usar Inteligência Artificial na cadeia de suprimentos.

Em minha experiência, o maior desafio sempre vem do fator humano, e de ter certeza de que seu pessoal é educado nas ferramentas e habilidades necessárias para lidar com inteligência artificial e, se necessário, retreinar esse pessoal. A mencionada pesquisa da McKinsey identificou que um desafio fundamental é encontrar pessoas habilitadas para implementar a IA efetivamente. De acordo com a pesquisa, entrevistados comentaram que “suas organizações estão adotando uma abordagem completamente diferente: contratando talentos externos, construindo capacidades internas e comprando ou licenciando recursos de grandes firmas de tecnologia.” Dos que que disseram que estão construindo suas próprias capacidades de IA, a maioria disse estar retreinando ou capacitando mais os funcionários atuais.
Seres humanos são vitais para implementação e sucesso de qualquer sistema automatizado. Inteligência artificial não é uma substituta para o julgamento humano e, em cadeias de suprimento, a IA nunca deve trabalhar isolada. Ao mesmo tempo que a IA permite aumentar a eficiência, entender os dados, guiar tomadas de decisão e acelerar ações, ela não deve ser um substituto do bom gerenciamento de relacionamentos da equipe da cadeia de suprimentos.
Há outros desafios dos quais a equipe deve se manter consciente e agir proativamente para evitar alguns problemas com seu sistema de IA e assegurar que tudo corra harmoniosamente. Para negócios em qualquer ramo, a chave para extrair insights valorosos e informações confiáveis de IA é ter dados precisos e atualizados. Insights de IA são tão bons quanto os dados que os alimentam, e sem dados de qualidade, essa ferramenta não será efetiva, dando aos tomadores de decisões nada mais que resultados falhos, ações fúteis e informações enganosas. Como medida preventiva e passo inicial no ato de implementação de tecnologia de IA recomendo aos líderes de cadeias de suprimento que integrem suas soluções de IA com sistemas que são desenhados para analisar e selecionar dados.

Olhando adiante: a próxima fase da otimização da cadeia de suprimento

Através da cadeia de suprimento, a automação tem entregado tremendos benefícios, eliminando a necessidade de tarefas manuais repetitivas. Todo o trabalho automatizado, anteriormente feito de forma manual, agora gera novas informações, que podem ser avaliadas e melhoradas.
Para a próxima fase a otimização da cadeia de suprimentos, espero a adoção de tecnologias imersivas, como realidade aumentada (AR) e realidade virtual (VR), para tornar prioridade para os negócios de cadeias de suprimentos a melhoria da experiência digital de seus clientes e funcionários. Adicionalmente, tecnologias inteligentes como inteligência artificial e aprendizagem das máquinas vão continuar a se tornar mais integradas com cada aspecto da cadeia de suprimentos. A IA tem a habilidade de permitir muito mais (de fornecimento a pagamentos) pela utilização de informações geradas por dispositivos automatizados e conectados que preenchem os espaços vazios entre informação e otimização orquestrando melhor as cadeias de suprimento.
O futuro reserva cadeias de suprimento muito mais valiosas para aqueles que estão dispostos a se envolver, se adaptar e adotar essas tecnologias.
Pervinder Johar é CEO da Blume Global, uma pioneira em logística global e soluções de correntes de suprimento digitais para cada movimento, modo e milha.

 

Sobre o artigo

Este artigo é uma tradução livre do original How Artificial Intelligence Is Bringing The Supply Chain To New Frontiers.
Photo by VanveenJF on Unsplash

Leave a Reply