Big Data Week São Paulo

Um ótimo blog sobre Big Data Analytics com artigos, ebooks e vídeos abordando as aplicações de Big Data Analytics no Brasil e no mundo.
18
Jun

IA detecta doença cardíaca com 100% de precisão a partir de uma única batida do coração

Médicos podem agora detectar insuficiência cardíaca usando apenas uma batida do coração com 100% de certeza com uma rede neural guiada por inteligência artificial. 
É o que diz um estudo publicado no Biomedical Signal Processing and Control Journal, que explora como a tecnologia emergente pode melhorar métodos já existentes de detecção de insuficiência cardíaca congestiva (ICC). 
Liderado por pesquisadores das Universidades de Surrey, Warwick e Florença, o estudo mostra que a IA pode identificar ICC rápida e precisamente pela análise de uma batida de coração em um eletrocardiograma. 
ICC é uma condição crônica progressiva, que afeta a maneira com que o sangue é bombeado pelo corpo. Eles apontam que só nos Estados Unidos, cerca de 5 milhões de pessoas sejam portadoras. 
Os pesquisadores declaram que profissionais clínicos e sistemas de saúde “necessitam urgentemente de processos eficientes de detecção” por causa da “alta frequência, taxas de mortalidade significativas e custos envolvidos”. 
Eles acreditam com essas questões possam ser resolvidas usando redes neurais convolucionais (CNN), que são as mais efetivas para identificar estruturas e padrões em dados.  
Diferentemente dos métodos já existentes, que são demorados e imprecisos, seu modelo combina sinais avançados de processamento e ferramentas de machine learning em eletrocardiogramas para aumentar dramaticamente sua taxa de detecção.  
Dr. Sebastiano Massaro, professor associado de neurociência organizacional na universidade de Surrey disse: “Em primeiro lugar, ao acessar diretamente o eletrocardiograma, confirmamos que com a IA é possível detectar com precisão a ICC, podendo ver além da análise de variabilidade de frequência cardíaca. Portanto, em geral, temos resultados que são mais fiéis ao comportamento real do coração afetado.”  
Em outra parte do experimento, um modelo específico de CNN foi usado para melhorar a precisão do eletrocardiograma levando em conta modelos comparáveis.  
“Focamos na detecção da patologia com um único batimento em trechos de 5 minutos ao invés de 24 horas de gravação”, disse Massaro. 
“Esse aspecto oferece um potencial de alto valor da perspectiva das intervenções rápidas, muito embora seja importante ressaltar que por enquanto estamos falando apenas de pacientes com ICC severa.” 
Indo mais adiante, Massaro espera estender sua atuação para larga escala e para outras classes de ICC, permitindo que eventualmente essa tecnologia seja implementada nos sistemas e práticas de saúde convencionais. 
Ele acrescenta: “A aplicação da neurociência organizacional, especificamente com a abordagem de redes neurais nos problemas de saúde promete romper as fronteiras de pesquisas clínicas e da prática efetiva da medicina.” 

Sobre o artigo

Este artigo é uma tradução livre do original Artificial Intelligence Detects Heart Failure From One Heartbeat With 100% Accuracy.
Autor: . I’m a freelance journalist with experience reporting on technology, digital culture and business. My work has appeared on Engadget, Lifehacker, Gizmodo, TechRadar, The Next Web, Alphr, Tech City News, Computer Weekly, Mail Online and The Telegraph. I also edit Tech Dragons, a publication covering STEM in Wales. I have a particular interest in the entrepreneurs and companies using technology to drive positive change in the world, whether it be social or environmental causes. My passion is unearthing and reporting on the change makers of tomorrow. As well as being a keen advocate of tech-for-good, I also use my writing to raise awareness of mental health. I was diagnosed with a form of autism as a teenager and am often inspired by it in my work.
Photo by Jair Lázaro on Unsplash